loader

Ver. Paulo Ritter - PT

Ver. Paulo Ritter - PT

Paulo Ritter nasceu na cidade de São Leopoldo em 12/11/1963. Ainda na primeira infância veio com a família para Canoas, onde seus pais desenvolveram um pequeno comércio no bairro Mathias Velho. Trabalhou com sua família no comércio até concluir o Curso de Ciências Sociais, na UNISINOS.

Três livros influenciaram na sua formação teórica inicial: Os Manuscritos Econômicos e Filosóficos do jovem Marx, O Contrato Social de Rousseau e de Erich From, Ter ou Ser. Bibliografia que nortearia sua visão de mundo cada vez mais voltada para o outro e suas diferenças e necessidades.

Iniciou sua militância política e comunitária na década de oitenta. Aliou seus estudos acadêmicos com a militância comunitária. Sua tese na Graduação foi uma experiência concreta: A História de Luta pelo Direito à Moradia na Rio Branco, o Jardim Vitória. Na pós-graduação em Ciências Políticas na PUC, dissertou sobre A História de Luta pela Preservação da Fazenda Guajuviras, uma área de 558 hectares, último reduto verde de área pública na região Metropolitana.

Em 1988, assume a chefia de gabinete do então vereador Jairo Jorge, vereador mais votado da história de Canoas. Em 1992, na sua primeira eleição a vereador, foi o primeiro suplente da bancada do PT. Neste ano, é convidado para assessorar o deputado estadual Marcos Rolim na Assembleia Legislativa, incorporando a sua visão conceitual, o paradigma dos direitos humanos às suas lutas sociais.

Em 1996, elege-se, pela primeira vez, como vereador na cidade de Canoas, sendo o primeiro petista a ocupar a presidência da Câmara Municipal. No segundo mandato como vereador (2004), Ritter alicerça os seus projetos e iniciativas a uma visão global de cidade, articulando, de maneira sistêmica, três conceitos estruturantes, aliando a sua larga experiência militante de novos movimentos sociais inovadores no cenário da cidade. São eles: cidadania e direitos humanos, qualidade de vida e desenvolvimento econômico, social e cultural para todos.

Após dois mandatos de vereador, Ritter é convidado pelo então ministro da Educação, Tarso Genro, para coordenar no Sul do Brasil o projeto educacional Escola de Fábrica. No ano 2006, é convidado por Jairo para assumir como Diretor Geral da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional e Comunitário da Ulbra, instituindo no Brasil o primeiro curso que preparava a juventude para a prova do ENEM, os cursos populares de inglês e espanhol e os telecentros nos bairros populares. Em 2008, a convite do seu amigo, o Prefeito Jairo Jorge, aceita seu principal desafio: ser o Secretário de Educação do Município de Canoas.

Após três anos de grandes transformações na política educacional do Município aliado a um modelo de gestão inovador com foco na promoção da autonomia e a democracia na gestão educacional, proporcionando condições de igualdade de acesso, permanência e sucesso escolar, retorna a Câmara de Vereadores em 2012 como líder de governo. No ano de 2013, após ser o mais votado dos Partidos dos Trabalhadores (PT), assume pela quarta vez uma cadeira no Legislativo, com um mandato voltado para projetos coletivos que buscam mais qualidade de vida, sustentabilidade, bem-estar e a participação de todos.