loader
Homenageadas de 2020 com o Prêmio Picucha Milanez.

Homenageadas de 2020 com o Prêmio Picucha Milanez.

A entrega do Prêmio Picucha Milanez, concedido pelo Legislativo canoense, homenageou mulheres que se destacam em suas áreas de atuação. Neste ano foram 10 agraciadas na cerimônia alusiva ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março.

Noemi Muller – indicada pela bancada do PTB. Conhecida como vovó Mimi, é natural de Canoas, tem 62 anos, é divorciada, tem seis filhos e sete netos. Tem ensino médio completo e atuou como professora de pré-escola no Instituto Pestalozzi. Realiza trabalho voluntário em prol da sociedade a 30, em creches e lar de idosos com sessões gratuitas de Reike, distribuição de alimentos e agasalhos para pessoas carentes.Trabalhou como voluntária, Ministra da Igreja Conceição, atendendo crianças no loteamento da Contel, no bairro Guajuviras. Está atuando como mestra vem Reike no hospital Universitário de Canoas. E neste ano desenvolve um trabalho social com sessões gratuitas de Reike para pessoas com depressão, ansiedade e dependências química.

Luiza Margarete Martins Lopes – Mãe Guetti – indicada pela bancada do Partido dos Trabalhadores. Mãe Guetti como é conhecida é natural de Porto Alegre, veio com a família para o bairro Mathias Velho, ainda bebê. Começou sua trajetória social em 1988, desenvolvendo um trabalho com crianças da comunidade, através da dança e cultura afro. A partir daí iniciou um resgate da identidade negra, estudando seus mitos, orixás e histórias. Mãe Guetti, desenvolve uma rede de apoio que vai desde o atendimento espiritual ao acolimento social, onde o Ylê funciona como um quilombo de passagem. Também faz ações de arrecadação de alimentos e roupas para distribuir a quem precisa. Agente de Ação Social e Promotora Legal Popular com formação pela Themis e Uniritter, se identifica com as lutas em defesa da mulher e das crianças negras.

Aldaci Terezinha Lima da Silva – indicada pela bancada do Progressistas. Nascida na cidade de Lagoa Vermelha, mudou-se para Canoas, em 1962, com 10anos de idade, mãe de dois filhos, tem quatro netos. Começou a trabalhar aos 16 anoas de idade. Em 1987, foi uma das representantes da força de ocupação que tornou o Conjunto Habitacional Ildo Meneguetti, no Guajuviras, que é hoje. A partir daí tornou-se uma liderança comunitária a frente dos problemas da comunidade. Dois anos após iniciou as negociações com a COHAB, empresa proprietária das habitações, para que os moradores tivessem as escrituras dos imóveis. Como membro da Associação dos Moradores do Guajuviras, já passou por vários cargos, como Presidente, vice e Tesoureira. E hoje, já aposentada ela se dedica exclusivamente a Assossiação dos moradores do Guajuviras de forma voluntária.

Cláudia Azevedo Oliveira – indicada pela bancada do PV. Ativista da causa animal, é uma responsável pelo projeto S.O.S Operação Nazário, destinada a ajudar animais abandonados. Cláudia é profissional Graduada em Administração de Empresa pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Atualmente é servidora da Secretaria da Segurança Pública do RS e dá aulas para o curso de Administração de Marketing e Vendas e Gerenciamento de projétos, ainda exercendo no Centro Educacional O Academico no Municipio de Canoas.

Carmen Luísa Corrêa Machado – indicada pela bancada do Solidariedade. Nascida em 1958, natural de Canoas, moradora do Bairro Rio Branco, há 44 anos. Tornou-se Babalorixá, em 1994, com o objetivo de ajudar o próximo e acolher as pessoas necessitadas. Ela também trabalhou na Escola Nelson Paim Terra, no bairro Rio Branco e fazia festas natalinas para crianças carentes do bairro. Em sua casa Carmen é vista como exemplo de solidariedade, liderança e altruismo ao próximo.

Lenora Oliveira e Menezes – indicada bancada do PC do B. Nascida em novembro de 1949, na cidade de Porto Alegre, reside em Canoas a 50 anos. Mora no bairro Olaria, onde faz trabalhos sociais e culturais, junto à comunidade. Como poetiza e atriz, faz apresentações gratuitas junto à comunidade em campanhas como a semana do Meio Ambiente e Outubro Rosa. Mais tarde, atuando como coordenadora da UBS do Conselho Local de Saúde do Bairro Olaria.    

Teresinha Siegler do Prado – indicada pela bancada do PDT. Foi uma das fundadoras do FAC (fraterno auxilio cristão), em 1997, presidiu a instituição por 18 anos. Depois participou da Pastoral do Toxicomanos da Igreja Matriz, no centro da cidade. Atualmente é uma líder comunitária no Bairro São Luiz, onde mora desde que veio para Canoas. E ensina as pessoas através do seu dom do corte e costura, além de participar na Igreja Nossa Senhora Conceição, no mesmo bairro.

Carmem Regina Vargas Thomé – indicada pela bancada do Republicanos. Casada com Luis Thomé, mãe de dois filhos Giovane e Diogo e avó do pequeno Henrique. É empresária do ramo de moda infanto-juvenil e proprietária da loja Busca Pé, há 38 anos. É também é voluntária da Liga Feminina de Combate ao Câncer a trinta anos, tentando fazer a diferença com sua contribuição e trabalho.

Carla Iracema Amaral – indicada pela bancada do Cidadania. Casada e mãe de um filho de 21 anos, moradora do bairro Niterói a 25 anos. Carla formou-se em magistério em1992 e tece sua primeira atuação em sala de aula no Município de Canoas, na Associação Assistencial Beneficente de Niterói. Com experiência na área da saúde infantil, integra o setor de endemias do Município, trabalhando na conscientização de todos os cuidados na área da saúde, nesta faixa etária.

Márcia Rosane Monteiro dos Santos – indicada pela bancada do MDB. Nascida em Santa Rosa, moradora de canoas desde os quatro anos de idade, casada com Silvio Luís Delavequia dos Santos, mãe de três filhos Juliane, Rafael e Ana e avó da pequena Ana Luísa. É professora do município desde 1987, e atualmente é Diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Assis Brasil, no bairro Mato Grande, onde procura receber, apoiar e acolher a comunidade escolar. Também atua na área tradicionalista desde 1990, iniciando a sua trajetória no CTG Raízes da Tradição, no Bairro Harmonia. Em 2001, coordenou o trabalho cultural como Diretora do Departamento Cultural Regional da Coordenadoria Regional 12º RT. Onde ainda desenvolve suas atividades. Coordenando o trabalho cultural da Gestão de Prendas e Peões e das Entidades Tradicionalistas pertecentes a região cultural da 12º Região.