loader
Comissão especial acompanha abertura de processos administrativos contra postos de combustíveis

Comissão especial acompanha abertura de processos administrativos contra postos de combustíveis

A comissão especial criada para analisar a alta do preço dos combustíveis nos postos da cidade promoveu nova reunião com representantes do Procon Canoas, na última sexta-feira, 16 de agosto, para acompanhar os processos administrativos abertos contra os postos de combustíveis. 

O aumento do preço praticado na gasolina comum e aditivada em Canoas foi registrado a partir do dia 11 de julho, sem justificativa. Segundo o Procon, os cerca de 70 postos ativos na cidade foram notificados e receberam o prazo de dez dias para explicar o aumento do preço, por meio da apresentação das notas fiscais de entrada e do livro de movimentações de combustíveis (LMC).

Após um movimento de baixa nos valores verificado no final do mês de julho, uma nova diminuição ocorreu nos primeiros dias de agosto. No início do mês, o Procon iniciou a conversão das notificações em processos administrativos para aplicação de multa nos casos em que ficou constatada infração. O movimento conjunto do Procon e da Câmara resultou em 39 processos administrativos instaurados.

A comissão especial, criada em 18 de julho, é composta pelos vereadores: Alexandre Gonçalves (PPS) – presidente, Juares Hoy (PTB) – relator, Aloisio Bamberg (PCdoB), Canhoto (SD), César Augusto (PRB), Cris Moraes (PV), Dario da Silveira (PDT), Emilio Neto (PT), José Carlos Patricio (PSD), Linck (MDB) e Patteta (Progressistas).