loader
Sessão ordinária de 22/11 – requerimentos aprovados e pronunciamentos

Sessão ordinária de 22/11 – requerimentos aprovados e pronunciamentos

Requerimento nº 187/2016, de autoria do vereador Juares Hoy (PTB). Votos de louvor às equipes campeãs da Copa Nei Veiga de Futebol 7, competição encerrada no último final de semana, nas quadras esportivas da Coball, consagrando-se com o título de campeãs as seguintes equipes: São Borja Guajuviras (Série Especial), Barca do Se7e (Série Ouro), Tatuíras/RBF (Série Prata) La Universidad Itaí (Série Bronze) e Atlético de Madrid (Recopa).

PRONUNCIAMENTOS NOS ESPAÇOS DEDICADOS ÀS COMUNICAÇÕES DE LIDERANÇA E EXPLICAÇÕES PESSOAIS

SEGURANÇA – O vereador Francisco da Mensagem (PSB) abriu o espaço de Comunicações de Liderança abordando o tema da segurança pública. Comentou a violência no Estado e o alto índice de homicídios. "O sistema está sendo testado, e a reação não acontece como deveria. O crime organizado irá avançar mais", enfatizou. O parlamentar defendeu ações efetivas para o enfrentamento do problema. Apontou que, paralelamente à criação de escolas, deve acontecer a construção de presídios para aqueles que infringem a lei. Salientou que a legislação acaba sendo maleável devido à falta de espaço para abrigar os presos.

SEGURANÇA 2 – Juares Hoy (PTB) avaliou que o caos tomou conta do sistema penitenciário e defendeu que não poderia haver progressão de pena para os crimes mais graves no país. Disse ainda que os presídios não estão adequados ao combate à criminalidade. Emilio Neto (PT) elogiou o posicionamento do vereador Francisco da Mensagem e defendeu que a qualidade do sistema prisional beneficia a sociedade, pois evita a reincidência no crime após o cumprimento da pena. O vereador Dr. Pompeu (PTB) complementou que a violência em Canoas chegou ao ponto de existir toque de recolher em alguns locais.     

SEGURANÇA 3 – O presidente da Câmara, Paulo Ritter (PT), enfatizou que a segurança pública é principal tema do momento. Disse que a sociedade paga um preço alto pelo atual sistema prisional e que o assunto é tratado com hipocrisia. "A sociedade deve enfrentar o tema com mais racionalidade e busca de resultados. Quem manda atualmente não é o Estado, as forças policiais ou o Judiciário, mas a criminalidade", ponderou.             

APAC – Paulo Ritter comentou o convite entregue pelo Ministério Público Estadual para o painel "Contribuição das APACs para o Sistema de Segurança Pública", que ocorrerá em 28/11, no Auditório Mondercil Paulo de Moraes, na sede do MP, em Porto Alegre. O parlamentar destacou que o Legislativo canoense realizou, em 2015, audiência que serviu de modelo no tratamento do tema para o Estado.

TRÂNSITO – O vereador José Carlos Patricio (PSD) relatou problemas enfrentados pelos moradores da Rua Dona Maria Isabel em relação ao trânsito intenso. Afirmou que há dificuldade, inclusive, para atravessar a rua e que existe a reivindicação de instalação de uma sinaleira para pedestres. Juares Hoy acrescentou que as sinaleiras de pedestres poderiam ser doadas pela empresa responsável pela fiscalização de trânsito no município. O vereador Paulinho de Odé (PT) destacou o crescimento de Canoas nos últimos anos, citando o aumento de condomínios residenciais e o asfaltamento de diversas ruas. Salientou que os recursos da Prefeitura foram investidos em obras ligadas ao desenvolvimento da cidade.