loader
Aprovada moção de apoio ao Centro de Umbanda Ogum Lanceiro e Iemanjá

Aprovada moção de apoio ao Centro de Umbanda Ogum Lanceiro e Iemanjá

A Câmara aprovou na sessão desta terça-feira (07) moção de apoio à Mãe Eloá de Oxalá e à atual diretora do Centro de Umbanda Ogum Lanceiro e Iemanjá devido ao Mandato de Desocupação e Reintegração de Posse sobre o imóvel onde está localizada a casa religiosa. O documento, de autoria de diversos vereadores e encaminhado pelo presidente Paulo Ritter (PT), busca externar a solidariedade do Legislativo diante da situação.

O texto destaca que o Centro de Umbanda Ogum Lanceiro e Iemanjá atua em Canoas há 50 anos, "prestando ações sociais e religiosas de inestimável relevância aos cidadãos canoenses". Também lembra que é o primeiro terreiro de matriz africana e umbanda do Rio Grande do Sul a ingressar com processo de tombamento no IPHAM devido à sua relevância histórica, cultural e religiosa.