loader
Proposta de convênio para a criação de curso pré-vestibular popular em Canoas é tema de reunião

Proposta de convênio para a criação de curso pré-vestibular popular em Canoas é tema de reunião

A proposta de convênio para a viabilização da lei municipal que institui os cursos preparatórios para o vestibular e o Enem, voltados a alunos canoenses da rede pública municipal e estadual, foi tema de reunião realizada, nesta quarta-feira (13), na Presidência da Câmara. Autor do projeto de que deu origem à Lei 5842, de 11 de junho de 2014, o presidente Paulo Ritter (PT) recebeu o secretário municipal de Educação, Eliezer Pacheco, e representantes da União Estadual dos Estudantes (UEE).

O encontro tratou da possibilidade de realização de convênio entre a Prefeitura de Canoas e a UEE para implantar no município um modelo de curso preparatório popular, semelhante ao existente em Porto Alegre, com o intuito de viabilizar a jovens de baixa renda o ingresso no ensino superior, por meio do vestibular ou do exame do Enem. Na Capital, o projeto existe há cinco anos. Dos alunos atendidos em 2014, 52% foram aprovados no Vestibular da UFRGS. Já 27% dos alunos que fizeram o Enem alcançaram a média de 601 a 760 pontos, segundo o coordenador de Projetos da UEE, Thiago de Oliveira.

A proposta também inclui o acompanhamento do aluno antes e depois do ingresso na universidade. A ideia, inicialmente, seria implantar em Canoas um projeto piloto de curso intensivo, utilizando o espaço disponível em alguma escola da rede pública municipal. Também participaram da reunião, Alexandre Marensi e Gregory Gomes, assessores da UEE, e o vereador José Carlos Patricio (PSD).

 

Fotos: Willyan Bertotto