loader
Sessão representativa de 13/01

Sessão representativa de 13/01

A Câmara realizou na tarde desta quarta-feira (13) a segunda sessão representativa do ano. Confira os temas abordados pelos vereadores em seus pronunciamentos:

CARNAVAL – O vereador Sidiclei Mancy (PDT) comentou sobre os preparativos para o Carnaval e a discussão sobre o modelo a ser adotado em 2016. Ele exaltou o sucesso da edição no ano passado, quando houve a descentralização com desfiles nos quatro quadrantes da cidade, mas afirmou que é desejo dos carnavalescos que o evento volte a ter caráter competitivo e ocorra no Parcão. Sidiclei também falou sobre as reivindicações das escolas diante da carência de espaços para a realização dos ensaios. O vereador finalizou sua fala parabenizando a Escola Rosa Dourada, que completa dez anos em 2016.

ECONOMIA – Ao comentar as altas dos preços dos produtos nos supermercados, o vereador Pedro Bueno (PT) manifestou o desejo de que o ano seja melhor economicamente para a população. Lembrou que será um ano intenso para os parlamentares em função das eleições municipais. O vereador também comentou sobre o Carnaval, afirmando que a descentralização resgata a sua essência, com a participação da comunidade. Salientou, no entanto, que também reconhece a importância dos desfiles competitivos.

EXPOSIÇÃO AO SOL – Dr. Pompeu (PTB) tratou dos problemas relacionados à excessiva exposição ao sol sem a devida proteção. O vereador destacou que o somatório dessa exposição ao longo dos anos pode ocasionar o câncer de pele. Defendeu a importância do uso do protetor solar, sobretudo para os trabalhadores que trabalham ao ar livre. Pompeu lembrou que tramita na Câmara projeto de sua autoria que institui o Dezembro Laranja, que busca dedicar o mês para campanhas de esclarecimentos, conscientização e prevenção do câncer de pele. O vereador Julio Barbosa (PP) também defendeu a importância de alertar sobre os perigos do câncer de pele e da exposição excessiva ao sol.

PROFESSORES – O presidente da Câmara, vereador Paulo Ritter (PT), abordou o novo edital de convocação dos professores aprovados no último concurso público. Segundo os dados apresentados, de 2009 a 2015, houve a convocação de 709 professores concursados, além de 706 profissionais em contratos de caráter emergencial. Ritter ressaltou que os novos educadores deverão ingressar com um piso salarial de quase R$ 4 mil. O parlamentar também lembrou que, entre os dias 11 e 19 de fevereiro, acontecerá a entrega dos uniformes e kits escolares. "São ações que demonstram a prioridade dada pelo governo municipal à Educação", ponderou.