loader
Câmara entrega Prêmio Picucha Milanez 2019

Câmara entrega Prêmio Picucha Milanez 2019

Em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março, a Câmara Municipal de Canoas realizou, nesta terça-feira, 12, a entrega do Prêmio Picucha Milanez. A cerimônia homenageou 11 personalidades femininas que se destacam em suas áreas de atuação na cidade.

O presidente da Câmara, vereador Cezar Mossini (MDB), conduziu a solenidade, acompanhada pela prefeita em exercício, Gisele Uequed, que integrou a mesa principal juntamente com a delegada Clarissa Demartini, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Airton Souza. Gisele enfatizou que as homenageadas fazem a diferença na sociedade e estimulam outras mulheres. "Vocês fazem um movimento de se colocar no lugar do outro, de fazer o bem", ponderou a prefeita.

Além de Mossini, que entregou o prêmio à homenageada do MDB, falaram em nome de suas bancadas: Canhoto (SD), Cris Moraes (PV), DJ Cabeção (PDT), Alexandre Gonçalves (PPS), Emilio Neto (PT), Gilson Oliveira (Progressistas), César Augusto (PRB), José Carlos Patricio (PSD), Aloisio Bamberg (PCdoB) e Juares Hoy (PTB). Os vereadores destacaram, em seus pronunciamentos, a trajetória das indicadas ao prêmio e a sua contribuição à sociedade canoense.

Representando as homenageadas, Rosalina de Lourdes Machazescky, indicada pela bancada do PPS, agradeceu o reconhecimento do Legislativo canoense. "Nos sentimos muito honradas com o prêmio, que representa o nosso comprometimento com as causas sociais de Canoas", declarou. A solenidade contou ainda com a apresentação das violinistas Sofia da Silva Lopes e Bianca Mesquita da Silva.

As homenageadas de 2019

Agnês de Lourdes Lazaron – indicada pela bancada do PTB. Comissária de Polícia, com 24 anos de serviços prestados à Polícia Civil. Desde 2012, atua na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, onde realiza o atendimento e o acolhimento a mulheres vítimas de violência.

Ana Rigo – indicada pela bancada do MDB. Natural de Santa Rosa, mudou-se para Canoas na década de 1980. Fundadora da escola "O Acadêmico", que iniciou as atividades como curso preparatório para as provas da Secretaria Estadual da Educação e, em 1990 obteve a autorização para atuar como curso supletivo. Atualmente, oferece desde o EJA do Ensino Fundamental e Médio, o Ensino Médio regular e vários cursos técnicos no eixo de Gestão e Negócios e na área da Saúde. 

Dione Moura da Silva – indicada pela bancada do Progressistas. Fundadora do Núcleo Assistencial Criança Feliz Moura – Nacrifem. Por meio de parcerias, chega a prestar mais de dois mil auxílios mensais. Entre os eventos anuais realizados pela entidade, fundada há 23 anos, com sede no bairro Mathias Velho, destacam-se o Natal e a Campanha do Agasalho.

Maria Joeci Sperk – indicada pela bancada do PDT. Natural de Porto Alegre, nasceu em 22 de outubro de 1944. Mudou-se para Canoas em 1960. Começou a trabalhar no Hospital de Clínicas de Porto Alegre em 1970, na Comissão de Planejamento. Completou 46 anos de dedicação e trabalho reconhecido na área da saúde.

Marlise de Gregori Pozzatti – indicada pela bancada do PSD. Formada em Letras, professora de Português e Francês e tradutora. Membro da Casa de Escritores de Canoas e da Associação de Professores de Francês do RS. Exerceu atividades profissionais na UFSM (Universidade Federal de Santa Maria), ULBRA (Universidade Luterana do Brasil) e FATIPUC (Faculdade de Tecnologia IPUC).

Narenir Coreti Marcelino Ilha – indicada pela bancada do PT. Cofundadora da Comunidade Nossa Senhora Aparecida, no bairro Mato Grande. Desde 1995, integra a PACTO (Pastoral de Auxílio Comunitário ao Toxicômano), na Igreja São Luiz, onde trabalha com dependentes químicos e seus familiares, através da metodologia do Amor Exigente. Também exerce trabalho voluntário na Comunidade Mãe Admirável, em Sapucaia do Sul.

Renata Alves – indicada pela bancada do PV. Ativista da causa animal, considerada uma das primeiras a se dedicar a salvar e a recuperar animais vítimas de maus tratos. Além de resgatar animais enfermos, disponibiliza o serviço de banho e tosa, que lhe permite recursos para cuidar dos cerca de 35 animais que abriga em sua casa.

Rosalina de Lourdes Machazescky – indicada pela bancada do PPS. Dedicada às causas sociais, realiza trabalhos voluntários para crianças, jovens, idosos e pessoas carentes. Durante 43 anos, atuou em prol da comunidade como presidente da Comissão de Pais e Mestres da Escola Bento Gonçalves. Iniciou a sua trajetória no Clube de Mães São Carlos, no ano de 1977, tendo desempenhado diversas funções. Atualmente é coordenadora adjunta da entidade.

Rosane Rodrigues – indicada pela bancada do PRB. Diretora e proprietária da Escola de Educação Infantil Criança Esperança, que completa 30 anos de fundação. Membro do Lions Clube Canoas/Nova Santa Rita, voluntária na Liga Feminina de Combate ao Câncer e no Imama.

Sarita Silva Costa – indicada pela bancada do Solidariedade. Moradora do bairro Niterói, nasceu em 11 de agosto de 1948. Atualmente é responsável pelo Departamento Assistencial do Clube de Mães Nossa Senhora do Trabalho.

Zaira de Fátima Ribas da Silva – indicada da bancada do PCdoB. Nascida em 17 de dezembro de 1956, estabeleceu-se no bairro Harmonia, onde começou a desenvolver trabalhos sociais junto à comunidade. Presidente da Associação de Moradores do Bairro Harmonia, coordenadora da UBS do conselho local de saúde e segunda secretária da UAMCA (União das Associações dos Moradores de Canoas).

A premiação

Instituído em 1997, o prêmio é conferido anualmente pela Câmara Municipal de Canoas e recebeu o nome Picucha Milanez para homenagear Maria Filomena Rumi Milanez, conhecida como "Vó Picucha", falecida em 1973.  Nascida em Rivera (Uruguai), em 1888, destacou-se na luta pela construção do Hospital Nossa Senhora das Graças e pelo trabalho em favor de crianças carentes. Ela era casada com Fioravante Milanez.  

 

*As informações sobre as homenageadas foram fornecidas pelas bancadas.

Fotos: Aline Cruz/CMC