Os avanços e desafios para uma educação de qualidade foi tema de audiência pública realizada na tarde desta quarta-feira (18/10). O evento, promovido pela Comissão de Saúde, Educação e Cultura da Câmara, reuniu educadores, representantes do poder público, vereadores e a comunidade.

Na abertura da audiência, o presidente da Comissão, vereador Alexandre Gonçalves (PPS), apresentou dados nacionais e propôs o debate sobre o tema, com foco no progresso da educação nos últimos anos e nos pontos críticos que merecem atenção do poder público e da sociedade. "Muitas crianças brasileiras concluem o ciclo destinado à sua alfabetização sem estarem plenamente alfabetizadas, um problema que pode comprometer gravemente o seu futuro”, afirmou. Alexandre ressaltou que pesquisas demonstram que a falta de suporte para lidar com alunos com necessidades especiais, a indisciplina e a defasagem de aprendizado dos estudantes estão entre os principais problemas das escolas públicas.

Segundo as informações disponibilizadas, 97% da população com idade entre 7 e 14 anos estão na escola hoje no Brasil, porém os outros 3%, que se encontram fora das salas de aula, correspondem a 1,5 milhão de crianças em idade escolar. Para cada 100 alunos que entram no primeiro ano do Ensino Fundamental, somente 47 terminam o 9º ano na idade correspondente, 14 concluem o Ensino Médio sem interrupção e apenas 11 chegam à universidade.

A situação da educação em Canoas foi abordada pelo secretário municipal de Educação, José de Jesus D’ávila. Segundo ele, o país vive um momento de transição, no qual as escolas discutem internamente sobre o que significa uma educação de qualidade e que tipo de aluno se pretende formar. Nas visitas realizadas às escolas do município, ele salientou que existem realidades totalmente opostas, principalmente nos estabelecimentos de educação infantil. 

Houve apresentação das diretoras da SME sobre as principais ações implementadas nos primeiros nove meses de governo, entre elas o programa Prefeitura Mais Perto, que contempla investimentos em obras e melhorias na infraestrutura das escolas. Ainda em relação à qualificação do ambiente escolar, está previsto o lançamento do Mãos à Obra, programa voltado a promover melhorias na infraestrutura dos espaços. Para combater um dos principais problemas, a carência de professores nas salas de aula, está sendo esperada a convocação de profissionais para atender a demanda.  

Câmara Canoas

Fale Conosco

Rua Ipiranga, 123 - Centro - CEP 92010-290 - Canoas / RS
Telefone: (51) 3462-4800
Horário: segunda a quinta-feira, das 12h15min às 18h15min e sexta-feira, das 8h às 14h.
sic@camaracanoas.rs.gov.br
CNPJ: 89.768.535/0001-10