A secretária municipal de Saúde, Rosa Groenwald, apresentou na Câmara, nesta terça-feira (11/4), um diagnóstico da área da saúde em Canoas. No espaço do Grande Expediente, ela relatou as dificuldades encontradas pelo novo governo e explanou sobre as ações adotadas, entre elas os mutirões de atendimento e o pagamento dos serviços realizados comprovadamente.

Segundo os dados apresentados, existia no município no início do ano uma demanda reprimida de 47 mil consultas especializadas, 66 mil exames, 8.530 cirurgias e 3.230 consultas e procedimentos odontológicos especiais. Foi identificado um passivo de R$ 28 milhões com empresas prestadoras de serviço e de R$ 41 milhões relativos ao contrato com o Sistema de Saúde Mãe de Deus, que antecedeu o Grupo de Apoio à Medicina e à Saúde Pública (GAMP).

No Hospital Nossa Senhora das Graças, nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2016, a diferença entre a cobrança realizada pela instituição e os serviços efetivamente prestados à população chegou a R$ 697 mil. A situação fez com que o governo passasse a pagar apenas os serviços comprovadamente realizados. "Só iremos pagar e repassar verbas daquilo que for executado”, enfatizou Rosa.

Uma série de problemas estruturais nas unidades básicas de saúde, UPAs e na sede da Secretaria de Saúde foi relatada aos vereadores. Os problemas envolviam, de acordo com a secretária, falta de insumos, áreas de procedimentos irregulares, estruturas insalubres e deficientes, rede elétrica precária com risco de curto circuito e incêndio, banheiros interditados e falta de climatização. "Parte dos problemas não depende de recursos financeiros, apenas de organização interna”, ponderou.

Rosa abordou ainda os mutirões que estão sendo realizados na área da saúde e que já somam 25 mil atendimentos. "Estamos tendo um sucesso muito grande e não houve, praticamente, investimento financeiro, pois os atendimentos odontológicos foram feitos pelos profissionais da rede, materiais e equipamentos são nossos e não ocorre o pagamento de hora extra”, salientou.  

O presidente da Câmara, vereador Juares Hoy (PTB), afirmou que o intuito do Grande Expediente foi possibilitar a apresentação das ações da Secretaria de Saúde. Segundo ele, o objetivo é promover um novo espaço, futuramente, para que os parlamentares possam fazer questionamentos à secretária. 

Câmara Canoas

Fale Conosco

Rua Ipiranga, 123 - Centro - CEP 92010-290 - Canoas / RS
Telefone: (51) 3462-4800
Horário: segunda a quinta-feira, das 12h15min às 18h15min e sexta-feira, das 8h às 14h.
sic@camaracanoas.rs.gov.br
CNPJ: 89.768.535/0001-10